22 de fev de 2009

Talento e pinta de Galã


Basta assistir à novela ´Três irmãs´ para notar o quanto Kayky Brito se destaca. Afinal, não é mais aquele garoto de corpo franzino e jeitinho de moleque travesso. Aos 20 anos, ele desponta como jovem galã ao viver o personagem Paulinho, segundo surfista de sua carreira de 12 anos como ator

Desde 2002, Kayky Brito emenda um trabalho atrás do outro. Pode-se dizer que é um cara de sorte por, em nenhum momento, durante todo esse tempo, ter precisado dizer a frase: ´estou parado´.

Mais do que isso. Ele é visto como uma promessa real para ocupar o posto de galã. Diante do assunto, ele desconversa. ´Só penso no trabalho. Não me vejo como um galã´, avisa.

Ah, Kayky, mas não adianta esconder o fato de que você cresceu, apareceu e não é mais um menininho... Está forte, bronzeado (em grande parte por causa do atual papel como o surfista Paulinho) e, tudo isso junto com o talento, são ingredientes perfeitos para ganhar cada vez mais espaço.

Experiente, afinal já são 12 anos de carreira, o ator prefere manter os pés no chão. ´Ainda bem que tenho uma boa estrutura familiar. Não deixo a fama subir à cabeça porque um dia posso estar bem e, depois, do nada, tudo pode se esvair. Tenho que estar preparado para tudo´, comenta.

Quem o ajuda - e muito - a lidar com a profissão é sua irmã, Sthefany Brito, companheira na arte de interpretar. Kayky, inclusive, a chama de parceira. ´Conversamos muito. Ela é linda, inteligente e está sempre ao meu lado´, diz.
Texto de: Ticiana de Castro para a Coluna Zoeira do Diário do Nordeste